quinta, 10 de agosto de 2017 - 17:53h
Professores da rede estadual debatem fortalecimento da educação inclusiva
Durante três dias os educadores puderam conhecer mais sobre a temática, além de poderem tirar dúvidas com técnicos da área.
Por: Thiago Soeiro
Foto: Patrick Trindade
Iniciativa busca contribuir com a qualificação dos profissionais da educação pública com foco na perspectiva da educação inclusiva

Professores que trabalham com a educação inclusiva participam nesta semana da terceira etapa da Jornada Pedagógica ‘Dialogando a Inclusão’, iniciativa do Governo do Amapá, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), buscando fomentar a qualidade do ensino e atendimento aos estudantes com deficiência. O evento, que acontece no Centro Cultural Franco Amapaense, começou na quarta-feira, 09 e segue até sexta-feira, 11.

Nas etapas anteriores, a Jornada Pedagógica contou com a presença de gestores, secretários escolares e de técnicos pedagógicos. “Nesta etapa o público são os professores que trabalha no Atendimento Educacional Especializado (AEE), de todo o Estado, ampliando, assim, cada vez mais esse novo diálogo”, explica a gerente do Núcleo de Educação Especial da Seed, Rubenita Teles.

A iniciativa busca contribuir com a qualificação dos profissionais da educação pública com foco na perspectiva da educação inclusiva e da efetivação do direito à educação escolar básica com qualidade social. “São debatidos detalhes do atendimento, o papel do educador dentro da sala de aula, como ele pode melhorar ainda mais seu atendimento ao aluno”, ressalta Rubenita.

Para a professora Sônia Santos, educadora há 15 anos – sete deles dedicados à educação inclusiva –, abrir conversas como estas são de fundamental importância para a sociedade. “É importante estes encontros para esclarecer dúvidas que professores e o corpo técnico das escolas têm, fazendo assim com que o trabalho de inclusão dos alunos possa fluir melhor”, destacou a professora.

A jornada pedagógica conta com palestras e debates sobre deficiência auditiva, visual, intelectual, múltipla e física, além de abordar sobre temas como transtorno do espectro autista e altas habilidade. A Seed planeja, até o final do ano, abrir o diálogo também para professores do ensino regular e pais de alunos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá