sábado, 12 de agosto de 2017 - 14:16h
Central do Trabalhador Autônomo Zona Sul será reestruturada para qualificar trabalhadores
Espaço recebe todos os dias dezenas de trabalhadores em busca de serviços de diaristas das mais diversas atividades
Por: João Clésio
Foto: Ascom/Sete
Gestores da Sete e Seinf realizaram visita técnica ao prédio da Central do Trabalhador Autônomo (CTA) Zona Sul

O prédio da Central do Trabalhador Autônomo (CTA), na zona sul de Macapá, vai passar por reforma na cozinha, rede elétrica, hidráulica e no telhado. A obra será executada neste segundo semestre pelo governo do Estado, sob responsabilidade da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf). O anúncio dos serviços foi feito na quarta-feira, 9.

O espaço é da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) e o objetivo é reestrutura-lo para que passe a oferecer cursos de qualificação aos trabalhadores cadastrados na CTA, bem como à população de um modo geral dos bairros do entorno. A reforma atende a um requerimento da deputada estadual, Luciana Gurgel (PMB).

“Recebemos a solicitação da parlamentar e estamos atendendo ao pedido. Fomos até lá ver de perto a estrutura e verificar a melhor forma de executar as obras sem comprometer o atendimento diário aos trabalhadores e servidores”, disse João Henrique Pimentel, secretário de Infraestrutura.

A CTA Zona Sul possui mais de seis mil trabalhadores autônomos cadastrados. Todos os dias dezenas deles vão até o prédio, que fica na Rua Claudomiro de Moraes, o bairro Novo Buritizal, em busca de um vaga de diarista. São carpinteiros, pedreiros, ajudantes de pedreiro, babás, eletricistas, encanadores, lavadores de carros, reparadores, garçons, pintores, entre outros profissionais. A CTA é responsável pela intermediação dessa mão de obra, mas o valor da diária é acertado entre o contratante e o contratado.

“Temos uma demanda diária de pessoas que procuram pelos serviços. Após a reforma do prédio da CTA, vamos direcionar cursos de qualificação, palestras e outros tipos de treinamentos. Quanto mais preparado o trabalhador, mais chances ele tem de conseguir uma vaga de emprego, seja de diarista ou contratado, ou quem sabe abrir um negócio próprio como empreendedor”, acrescentou Luciana Araújo, secretária de Estado de Trabalho e Empreendedorismo.

GALERIA DE FOTOS
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá