segunda, 15 de maio de 2017 - 18:38h
Governador anuncia melhorias para o município de Amapá
Entre as novidades estão inaugurações, muro de arrimo, recuperação de pontes, reformas, pavimentação e recuperação de vias
Por: Elder de Abreu
Foto: Marcelo Loureiro
Informes foram feitos durante os festejos do Dia de Cabralzinho

Em um dos dias mais importantes para a história do Estado e para a cidade de Amapá, uma série de melhorias nas áreas de Infraestrutura de transporte e educação do município foram anunciadas pelo governador Waldez Góes.

Inauguração de uma praça, construção de um muro de arrimo, recuperação de pontes, reformas e revitalização de escolas, pavimentação e recuperação de vias do perímetro urbano foram alguns dos destaques.

Contudo, as medidas mais comemoradas foram a criação de polos universitários na cidade. Segundo o governador, ainda este ano devem iniciar as atividades de implantação do núcleo da Universidade do Estado do Estado do Amapá (Ueap), que deve funcionar, inicialmente, com os cursos de matemática e engenharia de produção. Também estão avançadas, segundo Góes, as tratativas para a implantação do polo da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

“Para o segundo semestre, já temos planejada a pavimentação de 3km de asfaltamento dentro da cidade. Vamos revitalizar a escola Vidal Negreiros, onde vai funcionar o polo da UEAP, já no próximo mês vamos inaugurar a praça Cabralzinho e iniciar as obras da ponte do Meruoca”, explicou o governador.

Outra medida, esta comemorada pelo prefeito Carlos Sampaio, é o convênio elaborado pelo governo com todos os municípios do Estado para garantir contrapartidas com convênios federais. Sampaio ressaltou que conseguiu alocar recursos de duas emendas junto à bancada federal amapaense para os setores da educação e saúde.

“Sem a contrapartida o recurso é devolvido, e nesta crise financeira fica difícil para as administrações municipais arcar com essa contrapartida. Por isso, o governador tem sido parceiro do município de Amapá”, considerou o prefeito amaparino.

Dia de Cabralzinho

As melhorias foram anunciadas durante a cerimônia de abertura das festividades em homenagem a Francisco Xavier Veiga Cabral, o Cabralzinho, que liderou a batalha dos amapaenses contra franceses pelo solo brasileiro.

A solenidade teve apresentações das bandas marciais estudantis e da Polícia Militar. Estudantes também encenaram a batalha ocorrida em 15 de maio de 1895, vencida pelos brasileiros sob o comando de Cabralzinho.

“A importância dessa cerimônia é manter a memória da história da luta de Cabralzinho em defesa das terras amapaenses, das terras brasileiras. É uma tradição que não se pode ser perdida, daí a importância do governo do Estado prestigiar e apoiar o resgate desta tradição”, avaliou o governador.

Filha da terra amaparina, a professora Annie Katiúscia Castillo lembrou que a festa existe há mais de um século, mas foi desprestigiada pelo poder público nos últimos anos. “Poucas vezes o governo e até a própria prefeitura deram apoio para a festa que é tradicional. Este ano está sendo diferente”, afirmou a educadora.

História

Francisco Xavier Veiga Cabral foi enviado pelo Governo do Grão Pará diretamente para a terra onde hoje é o município de Amapá, onde comandou tropas amapaenses contra a invasão francesa. No dia 15 de maio de 1895, ele liderou a vitória contra os guianenses.

No início da república, a região era disputada por franceses e brasileiros por causa da riquezas naturais, principalmente o minério. Cabralzinho era assim conhecido devido à baixa estatura. Registros históricos apontam que durante a batalha morreram 34 amapaenses e 28 franceses. Na cidade, prédios públicos e casas foram destruídas. Após o episódio, Cabralzinho retornou ao Pará, onde morreu aos 44 anos.

GALERIA DE FOTOS
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá