segunda, 17 de julho de 2017 - 17:30h
Inflação recua e fecha o primeiro semestre com 3,32% em Macapá
Em 2016, o indicador marcou 7,11% no acumulado do ano
Por: Elder de Abreu

O Índice de Preço ao Consumidor (IPC), indicador que mede a variação de preços (inflação) durante o ano, recuou e fechou o primeiro semestre na casa de 3,32% na capital amapaense, segundo pesquisa da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan). O percentual é acumulado no ano.

O estudo mediu, no mês de junho, a variação de preços de 297 estabelecimentos de bens e de serviços entre lojas, mercearias, miniboxes, feiras, escritórios, restaurantes e outros. A pesquisa levou em consideração a distribuição equitativa desses estabelecimentos comerciais pelos bairros de Macapá.

Em junho, o IPC marcou um recuo de 0,39% comparado ao mês anterior, quando o índice foi de 0,56%, ou seja, queda de -0,17 pontos percentuais (pp). Já o acumulado nos últimos doze meses foi de 6,55% – menor que o acumulado do primeiro semestre de 2016, quando o indicador marcou 7,11%. Em comparação com o primeiro semestre do ano passado, a inflação caiu 3,79 pp, o que representa uma queda de 53,3%.

Além do IPC, a pesquisa mensal de preços gera outros três indicadores: IPCA (IPC Ampliado), Cesta Básica Oficial e Cesta Básica Regional. O IPCA, que mede a variação dos preços de produtos e serviços consumidos por famílias com renda entre 6 e 40 salários mínimos, fechou o primeiro semestre com crescimento acumulado de 3,31%, menor que o ano passado quando o percentual foi de 7,02%.

O IPC de Macapá mede o consumo das famílias que possuem renda de 1 a 6 salários mínimos. O IPCA mede o consumo com renda de 1 a 40 salários mínimos.

 

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá