quinta, 27 de outubro de 2016 - 13:50h
Especialista ensina a servidores públicos como ter melhor controle nas finanças
Objetivo foi oferecer aos participantes habilidades para melhor administrar seu dinheiro
Por: Ariane Lopes
Como melhor organizar sua vida financeira? De que forma podemos ter uma qualidade de vida que caiba no orçamento? Essas foram algumas das perguntas feitas por Albigenor Militão - escritor e conferencista - durante a palestra que teve como tema “Finanças Pessoais: Minhas Emoções, Meu Controle”, na manhã desta quinta-feira, 27, no Teatro das Bacabeiras.

A palestra abordou vários assuntos como planejamento, motivação, gerenciamento, orçamento familiar e investimentos, com o objetivo de oferecer aos participantes habilidades para melhor administrar o seu dinheiro com eficácia, livrando-se do círculo vicioso das dívidas.

O encontro, que reuniu mais de 700 servidores públicos de diversos órgãos do Amapá, foi promovido pela Escola de Administração Pública (EAP) em alusão ao Dia do Servidor Público comemorado nesta sexta-feira, 28.

De acordo com a diretora-presidente da EAP, Cristiane Vilhena, o tema da palestra foi colocado em pauta devido à atual crise econômica pela qual passa o país. Segundo ela, as questões financeiras estão interligadas a vários setores

“Temos a missão de colaborar para a formação dos servidores públicos. Dessa forma, ficamos felizes em capacitar os funcionários, já que o momento é oportuno, diante da crise econômica que passamos e, por isso, precisamos repensar as finanças pessoais”, destacou.

Segundo o especialista na área de gestão e liderança, Albigenor Militão, é importante identificar o tipo de endividamento que consome, principalmente, boa parte das pessoas que se trata do endividamento emocional.

Para ele, todas as pessoas comprometem o orçamento, primeiro emocionalmente com o deslumbramento da aquisição de bens e serviços, o que pode levar o cidadão a adquirir coisas desnecessárias, ou que não pode, e assim se desequilibram nas suas finanças.

“Muitas vezes, por exemplo, para suprir a necessidade de um filho que está doente, você compra algo para ele e uma das principais recomendações é: não gaste mais do que você ganha e, se endividado, pare imediatamente de comprar e não deixe que isso lhe desestruture emocionalmente”, enfatizou.  

O servidor da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Paulo Braga, disse que  o que mais ficou evidente na palestra é a necessidade das pessoas terem o controle emocional, além de aprender a administrar os recursos recebidos e fazer profissionalmente o que gosta. “As informações recebidas foram importantes para que saibamos trabalhar com nossas finanças”, destacou.      

Os participantes da palestra receberam os certificados por e-mail.   

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá